Este artigo, foi escrito com base em pesquisas e informações de outros veterinários. Nestas linhas apenas mostro o leque do que existe no mundo das rações de origem animal. Deixo aqui a minha opinião em relação a alimentar um cão (ou principalmente um gato) com ração exclusivamente de origem vegetal. As opiniões divergem-se imenso quando se toca neste assunto. E como não quero mostrar apenas um ponto de vista, deixo aqui praticamente toda a minha opinião sobre este assunto e o que me fez voltar a alimentar os meus gatos com ração de origem animal depois de alguns anos com alimentação exclusivamente de origem vegetal – assim como algumas dicas para uma correcta alimentação aos nossos amigos.

Quando me tornei vegan, acreditei que o melhor seria também alimentar os meus gatos com ração exclusivamente de origem vegetal e assim o fiz durante um tempo. Hoje em dia já os alimento com ração de carne/peixe, mas de boa qualidade. Depois de algumas experiências quero deixar-vos a minha opinião, assim como a minha experiência porque pode também ser útil para vocês.

Não digo que seja impossível alimentar um gato ou um cão (principalmente um cão) com ração 100% de origem vegetal, mas as rações vegans para cães e gatos que existem no mercado ainda não estão prontas para serem uma alimentação exclusiva.

O que me levou a alimentar os meus animais com ração 100% Vegetal?
Apesar de ainda existir o mito de que os animais precisam de carne, peixe, leite e ovos para se alimentarem, a realidade é que isso não é bem verdade. Tanto os animais como os humanos precisam é de nutrientes específicos e vitaminas para se manterem saudáveis e activos. A forma como esses nutrientes chegam ao organismo podem ser por várias opções de alimentação. Neste caso os animais podem adquirir estas vitaminas e minerais por meio de alimentação vegetariana (vegana) e o melhor de tudo é que não é necessário matar outros animais para alimentar os de casa – é muito mais saudável e também protege o ambiente. Os gatos por exemplo, precisam de taurina e as rações vegetarianas para gatos têm taurina de origem vegetal e por isso fica salvaguardada a nutrição correcta dos gatos, neste aspecto. No entanto pode não ser recomendável fazer uma alimentação exclusivamente vegan (em gatos pelo menos), pode ser necessário oferecer também aos nossos amigos rações de origem animal. (vejam a minha experiência mais em baixo)

Os gatos e cães são carnívoros
Algo mais que me levou a alimentar os meus animais com ração 100% Vegetal! Na natureza por exemplo um gato caça grilos, ratos, coelhos e outros bichinhos pequenos. Não caçam vacas, patos, galinhas, porcos, muito menos comem essas carnes grelhadas ou fumadas. Logo essas rações por si só já não são naturais. Aqui o importante é considerar realmente o que é natural ou não. O natural é os nossos amigos conseguirem uma alimentação saudável e todos os nutrientes necessários para uma vida saudável e isso conseguir-se-ia através da alimentação vegetariana (vegana) tanto nos cães como nos gatos. Iria fazer muita confusão às pessoas comprarem rações de grilos, ratos, coelhos, … no entanto hoje em dia, depois de alguma experiência vi que as rações de origem vegetal ainda não estão 100% seguras para serem exclusivas.

Outro assunto que me fez na altura alterar para uma ração de origem vegetal.

A verdade sobre as rações de origem animal!
Todas as rações de origem animal contêm subprodutos de origem animal (mesmo que não venha descriminado este nome no pacote. Os subprodutos de origem animal são produtos secundários dos matadouros e que geralmente não são destinados a humanos, porque não está no nosso hábito consumir algumas destas partes. No entanto as rações e biscoitos mais em conta contêm subprodutos de origem animal que não deveriam conter, como exemplo:

  • carcaças de animais (algumas com coleiras insecticidas e outras contendo sódio pentobarbital usado para a eutanásia)
  • gado doente (algum ainda com as etiquetas plásticas identificativas, com produtos farmacêuticos e insecticidas nos seus corpos)
  • mesmo cães e gatos mortos em canis são enviados para os produtores de rações e estas carnes são utilizadas para alimentar as próprias espécies (trata-se literalmente de canibalismo)
  • restos em apodrecimento provenientes dos supermercados que incluem plástico e esferovite das embalagens
  • resíduos dos matadouros
  • pele de animais mortos, moribundos, doentes ou deficientes
  • tecidos cancerosos

O que apenas deveriam ter como subprodutos eram aquelas partes que pertencem a um animal e que quando um gato/cão come a presa consome na sua totalidade.

  • espinal medula
  • pulmões
  • baços
  • cérebros
  • sangue
  • bicos
  • patas
  • penas

Para além destes subprodutos de origem animal, algumas rações de origem animal ainda têm corantes, conservantes sintéticos, OGM e produtos transgénicos. Se optarem por alimentar um cão (principalmente um gato) com carne ou peixe que consomem em casa, têm de ter em conta todas as necessidades deles. E claro que também essa carne e peixe já vem com pesticidas, produtos fármacos (que dão aos animais), animais esses, que são alimentados com soja transgénica e tantas outras doenças pela falta de higiene que existe na produção de animais – pela grande concentração de criação de hoje em dia. Alguns gatos e os cães começam desenvolvem doenças que não fazem sentido a eles: por exemplo os cancros.

Também as rações são testadas em Cães e Gatos!
É necessário pensar se queremos alimentar os animais de casa com outros animais, sabendo também que a maior parte das rações convencionais são testadas em animais. Durante os testes destas rações, cães e gatos (de testes) passam a vida fechados em gaiolas metálicas, sem nunca sentir a terra – sem verem a luz do dia – são forçados a ingerir diversas rações para determinar as quantidades diárias recomendadas ou qualquer outro objectivo do cientista. Existem casos em que deixam adultos e bebés à fome, ou alimentam-os com dietas pobres em zinco o que lhes causa doenças e deficiências apenas para determinar as quantidades necessárias. Repetidamente retiram-lhes amostras de sangue da sua veia jugular. Tanto cães e gatos sofrem constantemente durante as várias cirurgias, onde são inseridos tubos dentro dos seus estômagos. Depois de alguns testes arrancam-lhes as unhas, os dentes e os testículos para análises. Tudo isto não é segredo, os próprios cientistas escrevem estes artigos em revistas cientificas para mostrar pontos de vista e poderem discutir sobre estes temas.

Exemplos de algumas formas de testes em animais que são apresentadas em revistas científicas:
– Isolam os animais por um grande periodo de tempo,
– Endoscopia (retiram amostras de tecido do cólon através do ânus),
– Mudam frequentemente a dieta, o que lhes provoca problemas digestivos,
– Introduzem enemas (clisteres) e tubos através do cólon,
– Anestésicos e substâncias químicas irritantes para a pele, etc.

Então como alimentar o meu animal doméstico?
As rações veganas para animais são feitas e aprovadas por veterinários qualificados e por isso asseguram todas as necessidades deles: desde o trato urinário, a idade, o peso, pele, esterilizados, gravidez, condição física, as bolas de pêlos, entre outros. Assim como o importante é dar-lhes os nutrientes necessários, as proteínas, a taurina e tudo o que os mantêm saudáveis. Estas rações são cada vez mais fáceis de encontrar (links das lojas em baixo). Cães e gatos de várias gerações já são alimentados apenas com produtos de origem vegetal e crescem saudáveis, sem doenças derivadas da incorrecta alimentação. No entanto alguns gatos não se dão com esta comida e começam a ter episódios de vómitos, diarreias, ou mesmo coçarem-se em excesso até provocar feridas na pele. Se por acaso o vosso gato não for alérgico a estas rações de origem vegetal, podem alterar-lhes as rações de vegan com rações de carne/peixe, no entanto se virem algum episódio destes a acontecer o melhor é não voltar a oferecer a ração vegan, pois alguns animais podem demorar alguns meses/anos a despoletar as alergias, mas uma vez que isso aconteça, vai ser cada vez mais rápido essas alergias voltarem.

É mais caro dar uma ração de qualidade?
De momento pode parecer mais caro dar uma ração de qualidade, mas vão poupar nos veterinários. Uma ração de boa qualidade tem de dizer que é rica em carne/peixe (ou seja tem de ter pelo menos 20% ou mais), a proteína bruta: mais de 40%. Optem pelas melhores marcas, as melhores rações para gatos / cães: Royal Canin, Purina (ProPlan), Veterinary Diets, Hill’s, Criadores, Eukanuba, Bree Up, Salvaje, Platinum Natural Food, Acana, Orijen, Pedigree, …

Formas de transição de rações
É importante variar-mos as marcas da ração que damos, não existem rações perfeitas e por isso é sempre bom ir trocando até mesmo de sabor, mas mantendo a qualidade da marca. Mas por vezes trocar repentinamente a ração de um sabor ou marca para outro sabor ou marca, pode provocar diarreia e para evitar isto ficam aqui algumas dicas.

  • (opção 1): compre a ração de outro sabor/marca e nos primeiros 3 dias misture cerca de 1/4 (80% – 20%) da ração habitual com a ração de outro sabor/marca. Nos 3 seguintes misture 1/2 (50% – 50%) de ração habitual com 1/2 (50%) ração de outro sabor/marca, nos outros 3 dias misture 1/4 (80% – 20%) de ração habitual com a ração de outro sabor/marca. Depois retire a ração habitual e utilize apenas com ração com o outro sabor/marca.
  • (opção 2): compre a ração de outro sabor/marca e nos 3 seguintes misture 1/2 (50% – 50%) de ração habitual com 1/2 (50%) ração de outro sabor/marca. Depois comece apenas a dar a ração com o novo sabor/marca. Um dia volte a fazer o mesmo para ir sempre trocando de marcas e sabores.
  • (opção 3): coloque a ração habitual numa taça e noutra taça coloque a ração de outro sabor/marca. Eles vão escolhendo e comendo uma e outra. Fazem eles a alteração sozinhos.
  • (opção 4 caso utilize comedouros de inteligência): coloque a ração habitual num dos brinquedos de ração a ração de outro sabor/marca noutros brinquedos. Eles vão escolhendo e comendo uma e outra.

Se ainda assim preferirem experimentar as rações vegans (mas sem ser exclusivas na alimentação).

Existem duas marcas de comida vegan: Ami Cat, Ami Dog e Benevo, ambas têm ração seca e húmida para cães e gatos. A Ami Dog ainda tem disponível embalagens para cães de porte pequeno, snacks, biscoitos e sticks). Estas duas rações não têm ingredientes de origem animal e estão preparadas para as várias etapas da vida dos cães e gatos, (no caso dos cães existe comida para cães de porte pequeno). Todas estas rações são produzidas de forma a dar-lhes uma vida maravilhosa e saudável com toda a nutrição de que eles necessitam.

INFORMAÇÕES

Ami Cat e Ami Dog
Ami Cat e Ami Dog são rações completas e equilibradas à base de vegetais, para gatos e cães de todas as raças. Não há necessidade de adicionar suplementos.
A substituição da ração regular com a da Ami Cat ou Ami Dog deve ser feita de forma gradual, durante alguns dias. A quantidade diária recomendada de Amì Cat ou Ami Dog pode variar dependendo da idade, nível de actividade física e temperamento. Esta ração pode ser utilizada como se apresenta ou humedecida com água morna. Deixar sempre um recipiente com água fresca à disposição do animal. Manter a embalagem em local fresco e seco.

Benevo Duo (húmida) / para gatos (seca) / para cães (seca)
Alimento completo e equilibrado 100% vegetal que satisfaz todas as necessidades nutricionais de um cão ou um gato adulto saudável. É composto por ingredientes naturais e de origem vegetal com taurina, não contém qualquer produto de carne ou derivados de carne. É um alimento de excelente gosto, muito bem tolerado pelos animais. Este alimento é aprovado pela sociedade vegetariana e pelos agricultores e produtores de produtos biológicos.

VeggieAnimals (gatos e cães)
Os Biscoitos VeggieAnimals gatos são um alimento 100% vegetal e natural, formulado por especialistas e veterinários.
A receita VeggieAnimals, gatos, biscoito pequeno: proteína de arroz, milho, batata doce desidratada, glúten, proteína de trigo, levedura de cerveja seca, aveia preta, óleos vegetais, polpa de beterraba, cenoura, tomate, ervilha, couve seca, germe de semente de alfarroba, cloreto de sódio, leguminosas e mandioca schidigera.

Onde comprar vegans?
Benevo
http://www.tiendanimal.pt

AmiCat
http://www.efeitoverde.com
http://lojavegetariana.pt
http://www.centrovegetariano.org